Meu 1º Bitcoin



Quando se ouve falar em Bitcoin pela primeira vez, é comum surgirem várias perguntas:


Onde comprar? 
Tem na bolsa
Rende dividendos
Quem é o dono? 
É seguro?… 

Se você está perdido nesse mar de informações dispersas e confusas sobre as criptomoedas e o Bitcoin, esse artigo é para você.



O que é o Bitcoin?


O Bitcoin é uma criptomoeda. É a junção da tecnologia de criptografia, que garante privacidade e segurança no mundo da internet, com o mercado financeiro. Assim, por meio da blockchain, o Bitcoin é uma moeda descentralizada e, por isso, bastante segura, tanto que a sua tecnologia hoje já é usada nos mais diversos setores – desde votações até a cadeia de suprimentos do café.
Para entender mais sobre a proposta do Bitcoin, leia o artigo “Investir em Bitcoin” - Como começar (Guia Completo).



A história do Bitcoin

O primeiro Bitcoin surgiu em 3 de janeiro de 2009, poucos meses após o 29 de setembro de 2008, dia da maior baixa da bolsa de valores depois da Grande Depressão, aquela mesma que em 1929 reduziu papéis e moedas a porcentagens ínfimas de seu valor. Embora não tenha sido a maior das crises da economia moderna a crise de 2008 foi grande o suficiente para acabar com instituições sólidas como tradicionais bancos que tiveram de fechar as portas levando com eles muita gente que perdia rios de dinheiro, quando não as economias de uma vida inteira.

Para que a coisa não piorasse ainda mais o governo dos EUA – onde começou o problema – decidiu injetar nada mais nada menos do que 700 bilhões de dólares, provenientes de impostos, de maneira direta na economia (quase 17 TRILHÕES a longo prazo e de maneira indireta, segundo a Forbes). 

Daí você pensa: “Legal o governo se preocupar com as pessoas e cobrir o prejuízo da crise”. Não é bem assim, pois se você não fosse uma das poucas pessoas que podem bater no peito e dizer que são donas ou acionistas de um banco então não tinha muito o que comemorar com esse plano emergencial de salvamento.

Prova disso que somente em 2008 mais de 860 mil famílias foram despejadas de suas casas por não conseguirem pagar a hipoteca. Isso mesmo: para os bancos que especularam com o dinheiro dos outros e foram os maiores responsáveis pelo problema, a ajuda bilionária, para as pessoas, a execução da dívida.
Assim ficou uma questão no ar: Por que o valor do dinheiro tem que ser de responsabilidade dos governos e das grandes instituições se quando a coisa aperta somos nós, pessoas físicas,que pagamos o pato? Por que a responsabilidade não pode ficar a cargo de pessoas “comuns” já que são elas que fazem girar o dinheiro no dia a dia e produzem as riquezas?
Essa foi a premissa inicial do Bitcoin de acordo com Satoshi Nakamoto, seu criador: Uma moeda justa onde as transações ocorram livremente de pessoa para pessoa, todas elas sendo registradas em modo público e aberto na internet para quem quiser acompanhar, sem a possibilidade de falsificação e prejuízos por parte de pessoas mal-intencionadas e, principalmente, sem intermediação governamental.

Com isso garante-se um sistema livre de taxas, de corrupção e sem os riscos que uma centralização traz consigo (como o da quebra de 2008 e a imediata resposta em prol dos bancos). A proposta foi originalmente anunciada ao mundo em 31 de outubro do mesmo ano da crise e você pode lê-la neste link.

Mas antes de avançarmos com a história do BTC, um adendo: Ainda não se sabe quem é esse tal de Satoshi, se é um nome real ou fictício, não se sabe nem mesmo se trata-se de “ele”, "ela" ou “eles”, pois o suposto criador limitou-se apenas a conversas em fóruns online e nada mais; nunca mostrou a cara. Após criar o que viria a ser o Bitcoin e explicar como tudo funcionava àqueles que propuseram lhe ajudar na empreitada, Satoshi passou adiante o registro Bitcoin.org, entregou os códigos fonte aos que dariam continuidade e desapareceu no início de 2010.

Desde então muitos já foram apontados como o verdadeiro Satoshi, de mestres em criptografia a criadores de moedas virtuais anteriores ao Bitcoin, porém, todos os chutes mostraram-se errados ou, no máximo, não puderam ser provados. Hoje, após diversas especulações, o “último e atual” criador da moeda é o australiano Craig Steven Wright.
O que lhe qualifica ao posto tal é que além de ser um gênio dentro da computação, ele desenvolveu o primeiro cassino online do muno, fundou uma empresa de segurança virtual e computação forense e uma empresa de criptomoeda. 

Bem, sendo ele ou não, o tal Satoshi verdadeiro, que está por aí em algum lugar do mundo, está muito bem já que se especula que ele tenha cerca de 1 milhão de bitcoins em sua carteira virtual. A fortuna, em valores de hoje gira em torno de algo como 17 bilhões e 326 milhões de dólares.

Para entender mais sobre a proposta do Bitcoin, leia o artigo “Investir em Bitcoin” - Como começar (Guia Completo).





Investindo


Bitcoin é um investimento semelhante a uma ação na bolsa de valores, você compra por um preço para vender por um valor mais alto no futuro. A melhor forma de comprar suas criptomoedas é em exchanges, como a CoineXt - Abra sua conta. As exchanges são como um Home Broker de ações, elas conectam quem tem criptomoedas e quer vender com quem tem reais e quer comprar. Mas uma das melhores vantagens das exchanges é que você pode começar com valores bem baixos. O Bitcoin possui oito casas decimais, então, você pode comprar até mesmo 0,00000001 BTC. Assim, se você não quer comprar um Bitcoin de uma vez, não se preocupe: com praticamente qualquer quantia, já é possível investir! Outra vantagem é que isso permite fazer testes com pequenas quantidades antes de investir um valor mais alto.
Para entender mais sobre a proposta do Bitcoin, leia o artigo “Investir em Bitcoin” - Como começar (Guia Completo).




Posso investir em um fundo de renda fixa?

Não. As criptomoedas são investimentos de risco, nenhuma Exchange ou outra empresa de Investimentos pode prometer lucros fixos. Fique atento a qualquer um que ofereça lucros garantidos, pois pode se tratar de um golpe. O lucro é, sempre, no momento da venda (Bitcoin não rende dividendos), e vai depender do seu preço de compra. Portanto, planeje bem suas estratégias para ter o melhor rendimento!




Qual o sentido do valor do Bitcoin?

Quanto mais as pessoas compram e usam, mais o Bitcoin tende a se valorizar. É claro que isso não explica tudo; mas, de maneira geral, quanto maior a adesão do mercado, maior é o preço. Para as flutuações de curto prazo, as razões nem sempre são tão claras – assim como no mercado de ações – mas frequentemente tem relação direta com notícias da economia global e a expectativa da comunidade em relação ao futuro da moeda.
De maneira mais geral, quando há boas expectativas, mais pessoas querem comprar a moeda, o que pressiona os preços para cima. Do contrário, quando há muitas ofertas de venda para poucos compradores, estes jogam o preço para baixo.



Comprei meu primeiro Bitcoin. E agora?

Sugestão: leia também o artigo: Investir em Bitcoin: Como começar?? Guia completo aqui (Nota na minha pagina no Facebook).
Agora, você precisa acompanhar o mundo das criptomoedas para escolher o melhor momento de vender e ganhar o seu lucro!  

E, claro, não hesite em me contatar!!
Acesse também a equipe da CoineXt - Abra sua conta quando quiser para receber dicas de estudo ou qualquer dúvida!



Fonte: Site da Exchange CoineXt



-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

✅ Aproveite e abra sua conta em uma das Exchanges (corretoras)/ Casas de Câmbio sugeridas abaixo, é de graça e você pode começar a comprar bitcoin e outras criptos com apenas R$ 100,00.




-----------------------------------------------------------------------------------------------------------


#DICA: Antes de INVESTIR em ativos criptográficos por “conta e risco próprio”, siga as orientações:


  1. Faça um curso básico ou avançado de criptomoedas (de acordo com seus interesses);
  2. Você não tem o conhecimento e também não quer fazer um curso para entender o mercado?? Então, ANTES de investir, fale com um Consultor especializado na área.
  3. Não acredite em “propostas mágicas” por parte de algumas empresas...
    Existem ganhos acima do Tesouro direto, Letras, Cambio e muito acima da poupança? SIM, existem! Mas não há mágica no negócio e sim um bom assessoramento e conhecimento do mercado, aplicado em momentos específicos.

___________________________________________________________________

VEJA TAMBÉM:



Inscreva-se no Blog, envie suas sugestões, assine o canal e acompanhe todas as informações e notícias do mercado financeiro mundial!




Preço de Moedas Relacionadas:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço o seu comentário.